aaa

aaa

Últimas Postagens

Yuri da Cunha indignado com o comportamento da nossa sociedade diante da situação do músico Sebem [Entretenimento]

O artista Yuri da Cunha mostrou-se indignado neste fim de semana devido à situação em que se encontra o músico Sebem, autor do hit “Felicidade” e de tantos outros, tendo escrito o seguinte na sua página do instagram: “Quero pedir desculpas pelos poucos e muitos erros ortográficos de um artista como eu que não teve chances de ser o tal Doutor por causa dos sonhos e caminhos da vida, mas o que eu quero é exprimir o real sentimento de quem fez esta homenagem que roubou lágrimas da minha alma. Ai vai:”, assim começou o show man.

“Estou com medo da cultura e da sua postura; da nossa imprensa que não expressa como devia. Chama-se Sebem, nasceu bem, mas hoje não está bem! Um homem que trouxe alegria e melodia, na ausência de paz foi capaz de compor a música felicidade, que bateu de cidade em cidade até hoje é um “hit”. Música que ficou na história que glória música angolana estilo Kuduro, mas é duro ver um homem que inspirou muitos no estilo, fez dançar vários filhos desta terra mesmo em guerra, muitos saíram da delinquência, pelo estilo que deu a sequência, foi manchete em televisão hoje perderam a visão, rádios e audiências ignoraram a sua existência, antes falar de Sebem todos ficavam empolgados, hoje temos Puto Fobado por ele surgir no mercado, pela sua forma de ser foi interpelado pela justiça e não teve preguiça, para dar exemplo cumpriu pena, tive pena deu pena, mas foi na cadeia de Viana”, escreveu o cantor.

 “É frontal fala o que pensa sem receio palavras com receios, de infernar os colegas sempre defender o seu estilo, as pessoas especularam, falaram, inventaram várias vezes sobre o seu desaparecimento físico, graças a Deus está a recuperar o físico, ninguém faz reportagem, é muita bobagem, nem os programas televisivos nem criam nada alusivo, em exclusivo, isso é um aviso para todos os artistas não só os Kuduristas”.
“Quer dizer que podem viver o mesmo desprezo cultural estão a espera do mal? para falarem muito de facto e tirarem os fatos exibirem os carros e as lágrimas de crocodilo, em vez de darem valor estão a torcer o velório, muitos músicos, repórteres e jornalistas até hoje ainda não visitaram o rapaz que fez muito”. Isso é que lê dão em troca? Concluiu Yuri da Cunha.

Sem comentários